Apartamentos de um dormitório: porque são ótimos investimentos para quem vive em São Paulo?

Pensando em adquirir um imóvel para investimento em São Paulo? Então aproveite as tendências do mercado imobiliário e aposte nos apartamentos de um dormitório. A procura por locação e recompra dos imóveis com um quarto vem crescendo nos últimos anos – o que representa um ótimo bem para lucrar mais. Veja porque apartamentos de um dormitório são ótimos investimentos para quem vive em São Paulo.

Dobro de vendas

De acordo com o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), mais de 8 milhões de imóveis com um dormitório foram vendidos na capital paulista em 2013. Os dados do balanço da entidade – segundo informações divulgadas no site Uol – apontam que a quantidade das vendas de 2013 representam o dobro das unidades vendidas no ano anterior.

Lançamentos

Não faltam apartamentos novos de um dormitório em São Paulo. Os dados do Secovi-SP também revelam que 28% dos imóveis lançados entre 2012 e 2013 se tratam de apartamentos com um quarto.

Entre 2004 e 2012, de acordo com a entidade, os lançamentos de imóveis desta categoria representavam cerca de 10% do total anual.

Valorização do dormitório único

Os apartamentos de um dormitório se localizam, na maioria dos casos, próximos a regiões centrais e comerciais da capital. Estes locais contam com metros quadrados mais valorizados e caros, portanto, os empreendimentos com apenas um dormitório se tornam mais viáveis para quem quer comprar ou alugar. Já os empreendimentos com mais de um quarto, geralmente, se tornam financeiramente inviáveis – devido aos preços exorbitantes.

Facilidade para alugar

Por estarem localizados em áreas centrais e comerciais da capital, os apartamentos com um dormitório são muito procurados por locatários – o que torna estes imóveis ainda mais rentáveis para os proprietários que querem usar o bem como fonte de renda. O Secovi – SP (via site Exame) calcula que imóveis desta categoria levam apenas de 15 a 22 dias para serem alugados, contando a data de divulgação da oferta.

Entre os motivos que explicam a rapidez para locar o imóvel estão o  fácil acesso a regiões da cidade de grande interesse, a rede variada de serviços, o menor custos para mobiliar e decorar o espaço, a facilidade em manter o local limpo e arrumado, entre outros. Além disto, imóveis com um dormitório costumam fazer parte de edifícios com diversos apartamentos por andar e mais de um bloco – o que torna o valor do condomínio acessível.

Revenda

Caso o proprietário do apartamento queira se desfazer do bem poderá valorizar ainda mais o local. Imóveis com um dormitório costumam ter dimensões compactas – o que diminui o custo total com reformas.

É possível trocar pisos, revestimento e fazer outras modificações sem gastar fortunas – mudanças que podem elevar o preço de venda do imóvel.

Tipos de apartamento com um dormitório em São Paulo

Quer investir neste tipo de imóvel? Conheça melhor então os estilos de apartamentos mais valorizados e requisitados na capital paulista:

Quitinetes e conjugados: são as opções mais baratas, tanto para comprar como alugar. São apartamentos com até 40m2, em média, que possuem cozinha integrada (ou não) à sala, banheiro e dormitório (acoplado ou não à sala). São muito procurados por estudantes e pessoas solteiras.

Um dormitório padrão: apartamentos com a mesma constituição dos apartamentos com mais de um quarto – podendo ter dimensões variadas. São, geralmente, mais espaçosos que as opções anteriores e mais caros. São muito procurado por pessoas solteiras, casais e profissionais vindos de outras cidades.

Lofts: apartamentos considerados de luxo. Costumam ser amplos e estarem localizados em áreas nobres das capitais. Tem espaços com design e arquitetura inteligentes e modernas.  Os lofts são requisitados, geralmente, por uma pessoa ou casais – que prezam por conforto e não se preocupam com valores, pois o preço de venda e locação destes imóveis é alto.

Flats: mescla de apartamento residencial com hotel. São, geralmente, espaços compactos, que contam com uma gama variada de serviços hoteleiros que podem ser requisitados a parte. O preço do condomínio destes imóveis costuma ser alto e podem chegar ao dobro do valor da locação. São mais solicitados por quem vem de outra cidade e por pessoas que pretendem se instalar temporariamente. A locação pode ser feita diretamente com a administradora – porém, o proprietário, neste caso, deve pagar comissão para quem faz esta intermediação.

Quer saber mais, acesse outros posts do Blog:

 Lei do inquilinato ,  Dez fatores que valorizam um imóvel como utilizar o FGTS para financiar o imóvel, Alugar ou comprar um imóvel ?

Conheça também nossos conteúdos educativos:

Guia Prático Gratuito Venda seu imóvel

Guia prático gratuito venda seu imóvel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − 4 =